Prestação de Contas

A história de Eloíse se confunde com a própria história do Icia. Ela foi diagnostica com câncer quando tinha apenas quatro meses de vida. Mas antes de conseguir um diagnóstico conclusivo, Eloíse e a família passaram por uma longa jornada de consultas e exames que não conseguiam chegar a uma definição do que ela, realmente, tinha.

O Icia foi fundado em 2003 e logo nos primeiros passos da instituição, chegou Eloíse que tão pequena estava lidando com seus primeiros desafios da vida. Após a realização da primeira consulta e exames complementares, a notícia foi sobre o diagnóstico de câncer nos rins. Geralmente, um tipo de câncer comum que acomete pessoas mais velhas.

Também conhecido por câncer renal, os sintomas de câncer no rim são pouco comuns na fase inicial da doença, mas a medida que há progressão do câncer, podem surgir alguns sintomas como sangue na urina; inchaço ou massa na região abdominal; dor constante no fundo das costas; cansaço em excesso;  perda de peso; e febre baixa constante.

As primeiras memórias da vida de Eloíse incluem o Icia, que foram crescendo em conjunto.  A menina participou dos momentos importantes e primeiras datas comemorativas da instituição. Até as datas de aniversários das “amigas” são próximas. O Icia completa vinte anos em 2023 e trava batalhas diárias para estar ao lado de pessoas como Eloíse e sua família.

Em depoimento para a produção desse relato, Eloíse deixou a seguinte mensagem: “Desde pequena tenho memórias dos dias de consulta, como se o Icia fosse também a minha casa. Um lugar onde sempre estive a vontade, me senti acolhida e amada em todos os momentos. Lembro com muito carinho da brinquedoteca, onde eu passava a maior parte do tempo esperando minhas consultas. Para mim, a palavra tranquilidade faz muito sentido. Pois era com muita paz, amor e carinho que me atendiam. O que faz o Icia ser diferente é a dedicação da equipe, o tratamento humanizado! Tenho muito orgulho de ser paciente do instituto, de estar bem e contando a minha história. Tenho 18 anos e muita coisa para viver.”

*É proibida a reprodução total ou parcial desse texto sem prévia autorização.

EnglishPortugueseSpanish