Pacientes do Icia batem o Sino da Esperança e comemoram fim do tratamento

ICIA LANÇA PROGRAMAÇÃO DE AÇÕES PARA O SETEMBRO DOURADO 
setembro 1, 2020

Já imaginou receber o diagnóstico de câncer? Agora pensa quando esse diagnóstico acontece para uma criança ou adolescente? É certo que junto com a notícia é preciso ter muita força para enfrentar o processo que leva à cura.

O Instituto do Câncer Infantil do Agreste, o Icia, está preparado para receber crianças e adolescentes com câncer, oferecer diagnóstico e tratamento gratuito. São 17 anos trabalhando no combate ao câncer, atendendo pacientes da região e até de outros estados do país.

O mês de combate ao câncer infantojuvenil, o setembro dourado, foi vivenciado pelas instituições do terceiro setor que atuam com a causa. Por isso, o Icia trabalhou essa temática durante todo o mês e para terminar sua programação reservou um momento muito especial para dez pacientes da instituição.

Para simbolizar o término do período de remissão, que é um termo utilizado pela medicina para designar a fase da doença em que não há sinais de atividade dela, os pacientes irão bater o Sino da Esperança. O sino fica no ambulatório da instituição e cada paciente promoveu o badalar do sino com muita alegria pelo fim do tratamento da doença.

Inicialmente os pacientes do Icia ganhavam medalhas que simbolizavam esse período, mas o sino foi pensado e baseado em experiências semelhantes em instituições que trabalham com a causa do câncer. O objetivo do sino é que o paciente e seus familiares possam marcar a fase do pós tratamento e acompanhamento.

A remissão da doença é relativa e depende de cada caso, em particular. Pois a certeza que representa a cura só vem com o tempo. Cada tipo de câncer apresenta uma biologia própria, e isso tem relação com seu grau de agressividade e a possibilidade de êxito completo no tratamento. O momento em que se declara a cura também varia.

Embora os resultados sejam variáveis para cada tipo de tumor, milhões de pessoas, em todo o mundo, conseguem manter o câncer sob controle, pelo resto da vida. O que depende principalmente do estágio em que a doença é diagnosticada. Mas também está atrelada ao tipo de tumor e alguns têm altas taxas de cura.

Assessoria de Imprensa do Icia.

LOJA
EnglishPortugueseSpanish